terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Horizontes de silêncios





…♥…
A tua voz...
Existe dentro de mim...
Invade as minhas veias...
Entoando músicas apenas nossas...
Um segredo onde me escondo...
Esquecendo gelos árcticos...
Quebrando horizontes de silêncios entre nós...

…♥…
... A tua voz
... São searas de ouros
... Onduladas por brisas de Verão...
... É um fantasma de cores
... Que se deita comigo no escuro
... Roubando-me sonos de algodão
... E fazendo-me crepitar o fogo na alma
... São asas levando-me para longe
... Para quimeras onde vivem os cometas
... Murmúrios de vento sideral
... Que derrubam horizontes de silêncios entre nós





6 comentários:

Excelsior disse...

*sorriso deliciado*

(...Olha... "casa", em tons de azul-mar-cosmos...)

:D

Lindíssima imagem... que me confortou a alma, Mana Azul... Obrigado por a partilhares...

...e palavras belas, de calor e essência... revelando um sentir tão profundo. :)

Que seja sempre um sentimento-LIBERDADE, e nunca grilhão em forma de tristeza...

Beijinho grande... :)

Sérgio Figueiredo disse...

Cara amiga, é lindo quando se vê algo de cores bonitas que descansam a alma, acompanhados de uma música quase que celestial confirmando o AZUL do céu e sua paz. Completa-se a felicidade total ao ler o EXCELENTE poema... que dá som aos "Horizontes de Silêncios".

Bom gosto nas imagens.

veni_vidi_scribi disse...

O silêncio é, quando oportuno, um horizonte de palavras :)

Se eu tivesse uma voz como aquela que descreves, nunca me calava! :) Hehe

Beijinhos e boa semana

Triguinha disse...

Ai o amor....

Apenas ests palavrinhas, ando apinhada de trabalho! Estou a penar seriamente na reforma! xD

Kisses
Triguinha
PS: Obrigda peas palavras queridas no meu cantinho!

Jasmim disse...

Doce amiga...

LINDO!

Ando num vai-vem "desgraçado", num corre-corre que me desprende de pensamentos mais intensos...

O trabalho e a dedicação aos meus mais que tudo têm-me feito um bem tremendo, por isso a ausência, a não assiduidade aqui no teu cantinho, mas quando sinto necessidade, procuro a beleza das tuas palavras e aí me perco, lendo-te e sentindo-te... E tantas vezes em silêncio aqui entro e saio com um sorriso enorme estampado no rosto!

Aqui estou a retribuir o teu carinho e doçura, beijo a tua alma num sorriso abraçadinho!

GMT

******** (O:

Moonlight disse...

As palavras flutuam no silêncio do universo, pintado com um azul transcendente.
As estrelas brilham para ti...

As imagens são divinas.

Beijo