segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Um chocolate único



O perfil que se pode “vender” numa sala de chat é sempre dúbio. Até ao momento do “ao vivo e a cores” vai um mundo de suposições, mesmo quando se liga a famigerada webcam como aperitivo.

No mundo virtual muito se embeleza sem sequer roçar a realidade e assistimos a astronómicas composições de físico e carácter que saíram apenas de mentes baralhadas, numa mistura de Pinóquios, Cinderelas, Brancas de Neve, Belas Adormecidas etc., etc.

Ora bem, estou muito tentada a mudar os meus atributos, vou deixar de me impingir como velha horrorosa, saída de uma noite de trovões, e passar a ser a mais bela cota à face da Terra e Arredores, a Verdadeira, a Única… a Super-Cota! (nick que, diga-se de passagem, está registado há canos por puro gozo). Quero vê-los a prestar-me vassalagem, completamente rendidos pelas maravilhas que me imaginam. Até porque estamos no Carnaval e … ninguém leva a mal!

Assim sendo, os meus 52 recentes anitos terão apenas o aspecto de uns 40 e nem mais um!

As minhas medidas serão como manda o figurino: 86-60-86 (não é preciso dizer que é em cada perna).

Os costureiros de todo o planeta quererão que eu desfile os seus trapitos e arrancarei muitos “ahs!” e “ohs!” à minha passagem! Os homens irão atirar-se a meus pés e as mulheres aos meus sapatos porque toda a gente sabe que, nous les femmes, somos capazes de loucuras por uns calcantes!

A altura, ah, a altura! As super calmeironas estão sempre na moda, por isso vou pelos seguros 180cm, acompanhados por uns anorécticos e esquizofrénicos 50kg, nem mais um grama, nem menos um centímetro! Comerei apenas uma folha de alface e beberei 10 litros de água por dia e sentir-me-ei cheia… de vento, de nada, mas feliz! Por isso viverei num eterno Zen, a saber, ninguém me chateará os cornos dizendo… tás bué de gorda!

Terei uns cabelos sedosamente brilhantes, como nenhum champô ou amaciador jamais viu, ou sonhou ver, e todos os cabeleireiros completamente gays desunhar-se-ão para me pôr las manitas em cima, rodopiando ao meu redor como bailarinas, emitindo guinchinhos e sacudindo as penas.

Os meus olhos castanhos terão encantos tamanhos que eles (e algumas elas) se perderão ao primeiro olhar, provocando perigosas palpitações… sabe-se lá onde…

Tudo o resto será perfeito e não haverá Norte virado para o Sul e vice-versa, tudo no seu devido lugar. Rugas? Desconheço tal coisa! Falta de vista? Moi??? Podia fazer uma listinha bem grande mas seria um lavar de roupa suja e eu quero é viver na aldeia da roupa branca.

Depois vem a pièce de résistance: a inteligência, a rodos, borbulhando como champanhe e deliciosamente doce como perfeito chocolate. O Sócrates, o verdadeiro, dirá lá do Além que arranjou um novo Platão, ou melhor, Platona (nunca matrafona) e boa comó milho.

Quando o Carnaval acabar regressarei ao borralho, ao Portugal Radical, e voltarei a ser a simplesmente cota velha. Ou então que se lixe, faço como o (des) Governo e desminto tudo o que não me apetecer confirmar!

Mas, nos entretanto, terei rido a bom rir até chegar aos finalmente porque, verdade seja dita, se há pessoa que eu mais goze e de quem me ria até à exaustão… é a mim e de mim, moi, je.

... mas sempre uma proud Mary...





3 comentários:

Triguinha disse...

Ah! Ah! Ah!

Esta está LINDA!

Ainda estou a recuperar, por momentos achei que ia morrer... a rir!

Fico feliz por saber que já está melhor...

Parece que a minha empatia tem algum utilidade no que toca a entender tristezas!

Kisses
Triguinha

Manuela disse...

Tu não existes!
Andei uns tempos sem conseguir aceder aqui... até que enfim cá estou!
52 aninhos, aspecto de quarenta e li algures feitio de 25 :)
este "mundo" não é sempre bom...as câmaras, as conversas pela net... os meandros, os becos destas ruas...
Adorei o teu sentido de Humor.
Quando se gosta mesmo de alguém, seja ele homem ou mulher há pormenores que não importam...

Tu não vês as miudas/mulheres de hoje, primeiro parecem umas fisgas, depois é sutiens push-up, calcinhas push-up... ele é silicone em todo o lado... antes de deitarem devem ter um monte de proteses para tirar...

eu até tenho pena de alguns homens, isto é digno de um enfarte :)) taditos.....

nada como seres Tu a nossa kakauzinha...
ah! gosto da música daqui...
beijokas.

Rafeiro Perfumado disse...

É realmente a beleza e o perigo da internet. Atrás de um teclado, até os cães podem ter um blog. O que importa, no fundo, é que tenhas orgulho daquilo que verdadeiramente és!

Beijoca!