quarta-feira, 30 de junho de 2010

Gildas




As Gildas deixam a noite do barlavento e rumam ao Verão do sotavento, embaladas pelo sueste estrelado e quente. A cidade fica expectante com a volta das princesas. Cedo não será, mas elas voltam. Partem com perfume de mar em direcção aos aromas serranos.



As horas fluem dançantes. As risotas também. Os comentários trocam-se discretamente, sob o olhar aguçado dos mouros.



Muitos aniversários, muitos parabéns cantados, muitas velas acesas e palmas. O gelo agita-se nos copos, os brindes tilintam no vidro. Muita alegria.



Aproxima-se o mouro em passos lentos, sorridente, familiar. Leva a sua Gilda para o meio da sala e enlaça-a em jeito de príncipe.



E, como por magia, o cantor começa a entoar esta “Paixão”, como se adivinhasse pensamentos. As Gildas observam o par romântico e sorriem. Juntam as vozes às muitas outras e trauteiam… tu eras aquele que eu mais queria



Soa a hora do regresso. Os mouros agitam-se no bulício nocturno, querendo levar as Gildas. Prometem-lhes muitas amendoeiras em flor e reinos inventados. Mas as princesas vão para outras neves… com a promessa de voltar.






Partem para o seu castelo, saudosas de maresia. Atento, o príncipe mouro escolta a carruagem das princesas até à estrada de mil cores. Afinal, uma delas é a sua Gilda. Estiveram…





juntos no escuro, de mão dada a ouvir aquela música maluca sempre a subir











segunda-feira, 28 de junho de 2010

"And nothing else matters"




Forever trusting who we are...
And nothing else matters...


Open mind for a different view...
And nothing else matters...

 
 


sábado, 26 de junho de 2010

Sem comentários...



Simon & Garfunkel - Bridge Over Troubled Water


Clay Aiken



sexta-feira, 25 de junho de 2010

O 8.º Pecado






Ainda voltando à questão da dieta dos seis “S”, em particular dos últimos três, directamente associados ao pecado da luxúria. Por isso é necessária uma reflexão crítica de todos os pecados. Ou seja, os Sete Pecados Capitais segundo a Kakau… e mais Um.

Analisando:

1.º Vaidade

Concordo, se for ridícula e excessiva. Não se aguenta uma pessoa super convencida, do género: espelho meu, espelho meu, há uma Kakau melhor do que eu? (Bem, esta pergunta é da mais burras porque o espelho só pode responder: ó filha, vai-te catar! Fica logo resolvido o pecado. Toma lá e embrulha!)

2.º Inveja

Que feio ser-se invejoso! É pecado, sim senhor, e dos piores!

Invejoso, vai deitar o olho à vizinha que eu não tenho nada para ti. Vai, vai! Andor!

3.º Ira

Bem, aqui depende muito da ira. Quem é que não tem uma ira? Devia ser de vez em quando, mas os políticos dão-me cá uma ira diária! Ai que ira!

4.º Preguiça

Eh pá, fogo, isto é um exagero! Então assim vou direitinha para o Inferno, tenho cada ataque de preguiça que só visto!

Mas está bem, se tiver mesmo de ir para o Inferno, então que seja no pino do Inverno porque com o frio apetece uma braseira. Se for no Verão… exijo ar condicionado! E um champanhe geladinho também não calhava mal. Não sei é se há bar aberto, serviço de quartos, etc.

5.º Avareza

Concordo absolutamente! Absolutamente irritante. Fora com os forretas! Xôôô!

6.º Gula

Outro que tal! Mas que mal faz termos ataques de gula? Pecado capital? Mas nem pó! Ponham-me uma caixa de chocolates à frente e já lhes dou a gula! Que culpa tenho eu de ser a Maria… Kakau… Cacau… Chocolate? Bora lá comer um bombom, ou dois, ou três. Ponto final.

7.º Luxúria

Ah! Este sim, este tem muito que se lhe diga!

Não sei porque é que a “Luxúria” é o 7.º Pecado Capital! Então ser-se sensual é pecado?! Homessa, isto não cabe na cabeça de ninguém! Ora eu acho que pecado, pecado mesmo, é passar por esta vida, não aproveitar, e ficar virgem! Isso sim, isso é que é um verdadeiro pecado, que não mata, pois não, mas que deve moer e provocar uma enorme sensação de privação. Que desperdício! Eu acho que toda a gente, nem que fosse uma vez na vida, deveria “luxuriar” e soltar o diabo que tem no corpo. Por isso penso que se deveria acrescentar o…

 

8.º Pecado Capital: a VIRGINDADE!


A virgindade serve para quê?! Para já, só se podem seguir os três primeiros “S” da Dieta dos Seis: sopas, sumos e saladas. Bolas, mas que enjoo! Dá logo vontade de mandar a dieta à caça dos gambuzinos! A dieta tem piada mesmo é com os seis, alternando uns e outros, não é verdade? Aposto que temos aqui um consenso. Ou talvez não, porque o mano Gavião gosta dos três últimos de uma assentada! Será este o pecado da gula? Ahahah!

Então vá, se leste aqui a je e és virgem, vai lá pecar com a minha bênção, mas desde que seja com consciência! Nada de loucuras porque a saúde é preciosa. E as misturadas também são prejudiciais. Depois já podes fazer a Dieta dos Seis “S”, de autor(a) desconhecido(a), mas muito pertinente. E podes alterar a ordem, claro, faz o que te der na real gana! E com muita vontade…

Última hora

Já tinha eu terminado este “tratado” pecaminoso, quando soube de uma notícia ainda mais pecaminosa. Isto faz-me acrescentar um pecado ao 8.º:



9.º Pecado Capital:

O iminente casamento do Albert de Monaco!

Mille millions de tonnerres! E não é que vai mesmo casar? E pecado porquê? Porque não vai casar comigo! Life is a bitch, definitely a bitch, such a bitch! Oh what a bitch!







quinta-feira, 24 de junho de 2010

Mano Gavião: Parte II






"Kakauzinha,

Já que fechaste a caixinha dos teus comentários e acabaste por perder a chave nas areias das praias dos Al-Gharbs, vou deixar-te, aqui mesmo, o meu agradecimento por teres lavrado, em azul e acta pública, a confirmação de todos os títulos e nomeações com que me foste distinguindo ao longo dos tempos, com o teu génio e a tua generosidade!

Fico, assim, ora mais enriquecido com a dimensão pública das honrarias de que entendeste por merecedor este teu amigo e admirador!

Obrigado, grande amiga!

Que dos azuis nunca te afastes e dos "zahir's" nunca te percas!"





Gavianito, amigo e mano gémeo, para mim és sempre um Gavião, não de rapina, mas sim uma ave de grandes voos, pairando num céu muito azul, não menos romântico do que eu, fiel a si próprio e a todos os grandes valores que em ti continuam intactos. Pertences à verdadeira Raça Lusitana e tem sido uma inspiração trocar ideias e brincadeiras contigo.

Espero que continuemos neste “tu-cá-tu-lá” prazeroso e conto arrancar-te ainda muitas gargalhadas com as minhas insanidades, assim como espero continuar a gargalhar com o teu sentido de humor imparável, inteligente e perspicaz. Ou a sentir uma aguinha nos olhos quando me descreves o teu mundo secreto, confiando na minha discrição. Muito obrigada por me achares merecedora da tua confiança. Chamei-te um dia Darth Vader por causa da tua indumentária motard, mas és um DV dos bons e tens uma Força imensa.

A Santa Net proporcionou o nosso encontro que, de início, ia sendo desastroso. Porque quando me falaste em trocarmos intimidades eu pensei que estava perante mais um tonto, dos muitos que por aqui pululam. Mas não foi difícil sanar o engano, e ainda bem, porque desde então, sempre que a disponibilidade nos permite, tem sido um mar de gargalhadas, a par com as nossas vivências, vivências essas que comparamos e debatemos, aliviando assim a alma de alguns pesos. E é esse o verdadeiro sentido da amizade, ajudar os nossos amigos a afastar as nuvens mais escuras, falando abertamente de tudo o que nos acontece. É essa a intimidade saudável e sem qualquer malefício.

Grata sou eu pelos teus elogios porque, vindos de ti, e por seres a pessoa íntegra que és, são um prémio muito doce para o meu ego.
 

Um ósculo muito azul no teu capacete, Príncipe dos Motards(*):))

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O Mano Gavião




Estávamos no ano de 2008 e deu-se o encontro virtual de um certo Cavaleiro de duas rodas, de seu nome Gavião, e de uma certa Água do Luso (moi, que tenho vários nicks além da Kakau). Pois veio ele fazer uma visitinha ao meu castelo e acabou por se instalar nas ameias destinadas à Irmandade Virtual da Kakau/Água do Luso.

E eu, como monárquica e possuidora de um castelo na capital do Barlavento dos Al-Gharbs, Portimon-Sur-Mer, achei que devia presenteá-lo com uma cota Armani e condecorá-lo com um título a condizer:

Príncipe Gavião de todos os Motards, Duque das Auto-Estradas de Portugal, da Via do Infante e Faro, Conde do Deserto Marroquino (mais conhecido por Al-Gharb), Príncipe da Internet, de Portugal e dos Algarves, d’Aquém e d’Além Mar.

Foi assim que começou uma saudável troca de mensagens, umas vezes apenas brincadeiras para temperar a rotina do dia-a-dia, outras vezes acerca de nós mesmos, das nossas ideias e sonhos. Descobrimos muitos traços em comum, na forma de estar na vida e também da nossa paixão por política. Sempre que o tempo permitia trocávamos galhardetes. Quantas vezes dei tremendas gargalhadas ao ler um sentido de humor hilariante! Sorri outras tantas ao ler confidências de valores que ainda são tradição, num estilo com sabor a Camões e Eça. Ler o mano Gavianito é sempre um flagrante deleite.

Ora há certo tempo decidiu o mano ter o seu próprio blogue e hoje avisou-me que iria fazer uma brincadeira a meu respeito no dito cujo. Qual não é o meu espanto quando me deparo com um elogio que me deixou tão contente que é difícil exprimir por palavras, tal é a forma ternurenta como me trata. Já não tenho lenços suficientes para limpar a baba!

Mano Gavianito, eu disse-te que “amor com amor se paga”. Retribuo-te a delicadeza desta forma singela, com um muito, muito, obrigada!


Beijo azul(*)



segunda-feira, 21 de junho de 2010

Uma dieta muito especial



Estamos no Verão!!!



E esta estação merece ser bem vivida. Vamos aproveitar o Sol, a praia e… a noite!

Por isso vou deixar aqui uma dietazinha muito especial para toda a gente ficar um espectáculo e ir dançar muito por la noche! E o segredo para ficarmos lindas (os) de morrer é o seguinte:




"Dieta dos Seis “S”


1. Sopas
2. Saladas
3. Sumos
4. Sexo
5. Sexo
6. Sexo"




Não convém saltar os três primeiros “S” porque senão não há como cumprir os três últimos. Por isso nada de batotice, nada como fazer a dieta com princípio, meio e fim, de 3 em 3 horas! Verão como emagrecem rapidamente… no Verão.

¡Así, así es que me gusta, ya tu sabes!





sexta-feira, 18 de junho de 2010

Festejando





O meu blogue faz 3 anos este mês. E nada melhor do que uma brincadeira para festejar. E onde ir buscar? Fui aos Desafios do Rafeiro Perfumado e fanei-lhe um, mas com a devida bênção e que reza assim: Que o Rafeiro te acompanhe, minha filha, ide em paz.

01 – Nome



O(s) nome(s) que me queiras chamar.


02 - Quantidade de velas no teu último aniversário


Estão mesmo ali ao lado… 54. Cota até dizer chega. Mas sempre Proud Mary… nice and easy…



03 – Tatuagens


Gosto de quem tenho tatuado na alma.



04 – Piercings


O Clooney, o Clooney e o Clooney.



05 - Já foste a África?


Não, para quê? Isto por cá já é uma autêntica selva!



06 - Já ficaste bêbado?


Sim, de sono.



07- Já choraste por alguém?


Já. Quando o Albert de Monaco ficou noivo. Life is a bitch!



08 - Já estiveste envolvido em algum acidente de carro?


Já. Uma mudança muito mal metida. Tinha 19 anos e… casei-me!


09 - Peixe ou carne?


Deixa cá morder-te pra ver a que sabes… nham, nham!



10 - Música preferida


És tão boa, és tão boa, és tão boa!


11- Cerveja ou Champanhe?


Só me consigo lembrar das noitadas com o meu friend Dom Pérignon, na Vox, ahahah!



12 - Metade cheio ou Metade vazio?


E que tal se for por inteiro? Coisas a meio já enjoam, fónix!



13 - Lençóis de cama lisos ou estampados?


Bem, como o meu blogue é para adultos: lençóis da marca “Hombre”.



14 - Filme preferido


O da minha vida. É cada cena!



15 – Flor preferida


A orquídea que recebi quando tinha 17 anos, numa caixinha linda e com um cartão a dizer tudo o que eu queria ler.



16 - Coca-Cola, simples ou com gelo?


Por um canudo.


17 - Quem dos teus amigos vive mais longe?


Longe da vista, mas nunca do coração.



18 - Quem é que tu achas que vai responder a este desafio mais rapidamente?


Se lhe derem algumas libras, a Duquesa de York!



19 - Quantas vezes deixas o telefone tocar antes de atender?


Depende da rapidez com que acerto na tecla.



20 - Qual é a figura do teu mouse-pad?


É pornográfica, logo não se conta.


21 - Pior sentimento do mundo


A falsidade.


22 - Melhor sentimento do mundo


Desprezar a falsidade.


23 - Última coisa que fazes antes de dormir


Bem, quer dizer, depende…



24- Qual o primeiro pensamento ao acordar?


Porra, mas já? Deitei-me há 10 minutos!



25- Qual o último pensamento antes de dormir?


Mesmo sendo um blogue para adultos é conveniente não dizer.



26 - Se pudesses ser outra pessoa, quem serias?


Não seria.



27 - O que é que nunca tiras?


A dignidade.



28 - O que é que tens debaixo da cama?


O Homem Invisível todo nu!



29 - Qual a pessoa que talvez não te responda?


Por acaso o Socras responde a alguma coisa?



30 - Aquele que com certeza te vai responder?


Deixa cá consultar a bola de cristal…



31 - Quem gostarias que te respondesse?


O Barack Obama a dizer-me que tem um job na Casa Branca for the girl, Me a Name I Call Myself, com viagens pagas e um cartão de crédito à la mode USA. Pretty please? Mi liga… vai!


32 - Que livro é que estás a ler?


A minha agenda de bolso.



33 - Uma saudade?


Muitas saudades.



34 - Uma característica tua


Depois da asneira feita dizer-me nas trombas: I told you so!



35 - Decepções que tiveste na vida


Não conseguir caçar o Albert de Monaco. Life is definitely a bitch!



36 - Lugares em que moraste


Bolas, está-se mesmo a ver! Da capital para o deserto marroquino!



37 - Programas de TV que assistias quando criança


Tudo o que era para criança.



38- Programas a que assistes hoje


Oh oh! Os (des) governantes a fazer corninhos ou a dizer “Manso é a tua tia, pá!”

 39 - Lugares em que estiveste e voltarias


Estive… e voltei…



40 - Formas diferentes que te chamam


Não posso. Too private.



41 - Pessoas que me mandam correios quase todos os dias


Hummm, muitas, muitas!


42 - Comidas Favoritas


O Clooney au naturel.



43 - Lugar em que desejarias estar agora



Nos anéis de Saturno.



44 - Esperas que este ano possas...


Já pude.


45- Manda um recado para quem te enviou


Muchas gracias, Rafeiro Perfumado, Deus te pague que eu não tenho trocos! Ámen!












quarta-feira, 16 de junho de 2010

Escravo





Exmos. Seres Humanos,


Eu sou um cão adorável, bonito e meigo. Vivo preso num terraço, muitas vezes acorrentado durante dias e dias sem fim. Não me alimentam correctamente e tenho testemunhas de que já passei mais de um dia sem comer nem beber. Também se passam dias sem que limpem as minhas necessidades. Por vezes aparece uma mulher a estender roupa, quando limpa o chão, e algumas crianças que brincam à bola. Mas nunca se aproximam de mim, não falam comigo, nem me fazem festas!

Nunca vou à rua, nunca tenho companhia, vivo sozinho e abandonado numa casota mais que estragada e sem qualquer conforto, à mercê das grandes intempéries que assolaram o Algarve. Sou um escravo, uma vítima de gente sem sentimentos e sem escrúpulos e, ainda assim, abano-lhes a cauda e nunca lhes mordo. E eles bem mereciam umas boas mordidelas!

É verdade que desde o Natal que tenho um pouco mais de liberdade e lá me tiram as correntes, sempre posso fazer um pouco de exercício. E isto porque a Kakau fez uma queixa à Câmara por maus tratos. Mas sei que depois disso tem havido muitas queixas de mais pessoas. Só que neste país as leis não estão do nosso lado e o veterinário que me veio ver achou que eu estava com muito boa saúde, deixando apenas a indicação que me deviam libertar mais vezes. Olha que sorte! Sempre gostava de ver aquele cabrão, filho de um corno, no meu lugar! Então um veterinário não devia ser mais exigente? Parece que afinal só lhe interessa escrever relatórios de merda! A Kakau ficou piursa com o e-mail que ele lhe mandou, um escândalo!

Há "humanos" muito estranhos, não há? Nem sei porque nos maltratam assim desta forma. Falam tanto de amor ao próximo e, no entanto, acham que lá por termos quatro patas que não merecemos viver com dignidade? Fazem cá cada discurso acerca dos Direitos Humanos e nem sequer param para pensar nos Direitos dos Animais! É certo que ainda há muita gente que nos defende mas, infelizmente, ainda não são suficientes para mudar as mentes deturpadas que por aí andam.

Será que um dia tudo vai mudar? Se a Kakau ganhar o Euromilhões, já sei que vai comprar uma quinta para acolher todos os maltratados como eu e sei que me vem buscar. Ela já mo disse, ali da janela. Mas é preciso que tenha sorte…

Seres Humanos, vejam lá se fazem qualquer coisa, afinal vocês também são animais, não é verdade?


Atenciosamente,


Cão escravizado e maltratado



It's love that makes the world go round

W.S. GILBERT





 
 






segunda-feira, 14 de junho de 2010

Lembrar




O Hoje é feito das memórias de Ontem...
E hoje lembro-te perto de mim…
Como te recordo ontem…
Para que Amanhã… se houver…
Te possa lembrar… assim…

“… smiling back at me … shinning down on me…”



sábado, 12 de junho de 2010

Ponte




Atravessa a ponte e junta-te a mim…
Traz o teu coração vestido de ousadia…
E encontra o meu despido de muralhas…
Corta o gelo de todos os nãos…
Acende a chama da nossa vontade…
Palmilha comigo a invenção do amanhã…










quarta-feira, 9 de junho de 2010

Bons sonhos...




Não há horas certas para os sonhos…
Não há momentos definidos para sonhar…
Todas as horas e todos os momentos são bons…
É como se nos enfeitassem a alma de flores…
É uma alegria que nos impulsiona a mais e mais…






Eu sonho, sonho, sonho…
Porque haverá uma hora…
Haverá um momento…
Em que um dos meus sonhos se realizará.




Nunca desistas de um sonho. Se não houver numa pastelaria… vai a outra.”

(Autor desconhecido… duplamente perspicaz)







domingo, 6 de junho de 2010

Gosto...



Gosto…

… de ser enganada várias vezes… porque significa que ainda há muita burrice nos meus miolos e que preciso de mais Sheltox para eliminar… insectos.

… que haja gente reles e calculista, para eu continuar a ter a certeza do que é Certo e do que é Errado.

… de ter mais surpresas boas do que más.

… de aprender com as más experiências porque são lições de vida.







Gosto…

… de ser uma simples mortal, imperfeita, mas nunca azeda, maldosa ou pérfida calculista.

… de pensar mais na Razão do Coração.

… de amar e gostar com verdade e lealdade.

… que a vida seja uma fada má para depois ser uma fada boa.

… de continuar a sorrir por entre as nuvens, apesar das desilusões e da gente reles que cruza o meu caminho.

… de nunca deixar de acreditar nas pessoas porque há sempre quem mereça a minha confiança.

… de ter quem me queira bem.

… de Gostar e de ter sempre Amor no coração.



 
 
Gosto…
 
… da minha Fé em Maria, minha Luz, meu Guia…

… da minha Fé em Deus e em Cristo, Forças que me ajudam a nunca trilhar os caminhos das Trevas.




Gosto…

… de Ti, meu Anjo Azul, minha alma gémea, coração puro, meu eterno Amor.


… e de Ti, A., igual a ti próprio, sem artifícios, amor tatuado na minha alma.



 
Gosto…



… da frase da Cereja Azul: gosto de ser como sou, e quem não gostar… que vá à merda!









sexta-feira, 4 de junho de 2010

És




És Sol borbulhando raios de ternura…

Calor crepitante de uma lareira de Inverno…

Estio estrelado e embalado num marulhar de ondas…



És Dor espelhada em olhos de água…

Encontros noctívagos de horas esquecidas…

Murmúrios de ventos do sul abraçando falésias…



És Deserto numa estrada de mil cores…

Magia de perfumes azuis presos na respiração…

Inquietação crescente de todas as luas …

Eternos ais no ar da indefinição…



És Adeus adiado no limbo da vida…

Página inacabada do meu livro…

Inesquecivelmente folheada, inesquecivelmente sentida.




quarta-feira, 2 de junho de 2010