quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Gostos





Gosto de ti …
Porque és água da nascente…
Cascata fresca que me molha os cabelos…
Lume que ateia os meus sentidos…

Gosto de ti…
Porque me trazes ventos de searas…
Girassóis que me fazem sorrir…
Flores silvestres que me perfumam…
E sabores de doces conventuais…

Gosto de ti…
Porque sabes a pão fresco…
E a chás exóticos dos marajás…

Gosto de ti…
Porque és vinho dos Deuses…
Quente e da cor do sangue…

Gosto de ti…
Quando estás triste…
E te queixas da vida...
Para poder acarinhar-te…
Abraçar-te com doçura…
E dizer-te assim baixinho…

Gosto de ti… gosto de ti… gosto de ti…


2 comentários:

rui disse...

Olá

Voltei!
O poema está lindíssimo e, adorei em particular o encanto do primeiro verso.

Fica bem
Beijinho

Um Momento disse...

Gosxti, gosti e GOXTI!!!!
Porque és tu,
Porque estás no meu coração
o teu poema está lindissimo!!!
( mas lá estou eu a repetir-me!!)
N'um m'interessa... Goxti!!!!
Quem tem uma Cinderela de xiclate lambuza-se de miminho e mainada:)))
( Chega aqui pa eu lambuzar tu tuménhe:D)

Xuackssssssssssss
(*)