sábado, 27 de outubro de 2007

As "maravilhas" do nosso Portugal






"Marques Mendes pediu reforma vitalícia
2007/10/25 19:26

Logo depois de ter deixado de ser deputado e após 20 anos no Parlamento."

in “Portugal Diário”

http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=871031&div_id=291




Ora assim é que é, bravo! Gosto de ver os nossos políticos a receberem a justa reforma depois de uns anitos na AR.

Pensam que é fácil estar ali durante sete ou oito anos, a ganhar muito mais do que a maioria dos simples mortais, a perder tempo em almoçaradas e jantaradas, ir cortar fitas nas inaugurações de cinco metros de estrada? Pois não é, não senhor! É muito duro porque andam horas e horas no asfalto, sentados no banco de trás dos BMW de alta cilindrada, a falar ao telefone e a dar ordens ao motorista.

E quando vão a Bruxelas ou nas comitivas do PM ou do PR, heim? Ora ora, temos de compreender que tantas viagens de avião e tantas mordomias cansam e estafam, do que eles mais precisam é de sopinhas e descanso muuiiito antes dos 65 anos!



Assim vai a “democracia”, para uns é um prato completo, para outros é um lanchezinho. E é muito bem feita, lamento dizer, mas o povo português não merece nada mais porque a única coisa que tem sabido fazer é dizer mal do antigo regime a torto e a direito, que o Salazar, o Tomás e o Caetano é que são sempre os culpados de tudo.

Se não chove… é culpa do Salazar.

Se caiem trombas de água… é culpa do Salazar.

Se há incêndios… é culpa do Salazar.

Se não há dinheiro… é culpa do Salazar.

Se a gasolina, os impostos e o custo de vida do nosso país são os mais elevados da Europa… é culpa do Salazar.

Se fazem xixi nas cuecas… é culpa do Salazar.

Se têm gases… é culpa do Salazar.

Se partem os cornos… é culpa do Salazar.

É tudo culpa do Salazar, porque mesmo morto e enterrado desde 70 o senhor continua a mandar a sete palmos abaixo do chão (ou acima, mas não é factor que interesse). E já me esquecia que o Tomás e o Caetano também são culpados, é tudo um complot que os três armaram só para nos lixar!

O que eu já vi desde a tão fora de série, inesquecível e única “Revolução” dos Cravos só me mete nojo porque desde então tenho assistido às maiores injustiças neste país, às maiores barbaridades cometidas por gentalha que não vale nada e que apenas joga com o futuro de um país.

E continuo a dizer, os portugueses não merecem mais porque não sabem ser justos e objectivos, só falam da PIDE, dos “fascistas” e do Salazar para encobrir todos os crimes cometidos depois disso pelo Otelo, pelo Copcon, pelo Cunhal, pelo Soares e toda a cambada inerente.

Erros do Salazar? Não aceitar o Plano Marshall depois da Segunda Guerra, deixar prolongar a Guerra Colonial por 13 anos, não deixar os portugueses irem livremente para África, não dar Autonomia às colónias, não pensar em mais progresso, em mais actualização. Mas, verdade seja dita, Marcelo Caetano estava a “abrir as portas” quando o recambiaram para o Brasil como se fosse um criminoso. Vicissitudes da “democracia”.

Se não havia direito a voto antes? E agora que há e o maior Partido é a Abstenção? Por acaso alguém se preocupa em ler os programas dos Partidos? Alguém ouve os debates? Ninguém! Tudo a criticar mas ninguém sabe o quê. Os tugas não podem cansar os neurónios porque o Fado já é algo que nos persegue, não se vive… vai-se andando.

Erro grande do Salazar, deixar os cofres do Banco de Portugal cheios de ouro para serem delapidados pelos espertalhões de Abril sabe-se lá em quê porque contas foi coisa que nunca vimos. Isso sim, isso foi culpa dele!

Então e depois? E depois da grande “libertação”? (ou será libertinagem?)



E a venda das colónias pelo Soares? E a destruição do Alentejo com “Reforma” Agrária do Cunhal, do Vasco Gonçalves e dos seus capangas? E os ataques bombistas das FUP’s 25 de Abril com o Otelo à cabeça? E quem matou o Amaro da Costa e o Sá Carneiro e nunca se soube? Foi o Salazar? Deve ter sido, desde a tumba.

País de tretas, de mentiras sucessivas, de miséria galopante. Voltou a tuberculose que estava erradicada no início dos anos 70 e a pobreza existente aumentou para números a perder de vista. Hoje temos Segurança Social? Engraçado, daqui a uns anos fala-se que não vai haver dinheiro para as reformas! E de quem é a culpa? Do Salazar, ora pois então! Tudo ele! Olha que é obra!

E a Ponte sobre o Tejo que, de repente, passou a ser 25 de Abril? Eh pá, não há nada como uma “revolução” para construir uma ponte instantânea tipo sopa Knorr, alguma vez o Salazar seria capaz disso? Nunca!



Olha, Salazar, tu perdoa-lhes que eles não sabem o que dizem e muito menos o que fazem. Podes voltar e meter esta cambada toda na ordem? Parece que alguém se esqueceu de avisar a malta que anda a ser comida e bem comida. E podes rir-te à vontade porque é mesmo a melhor coisa que podes fazer, afinal transformámo-nos num país de marretas e num circo nunca visto. E vê lá tu que hoje em dia há quem tire uma licenciatura de um dia para o outro! Isto é feito que nunca conseguirias, ora confessa lá! Isto só mesmo com as armas de grandes aldrabões assinalados que um dia tomaram de assalto a ocidental praia lusitana. E deixa-te estar sentado porque ainda vais ver muito mais, mas muito mais! E infelizmente eu também.

Tanta “liberdade”, tanta “democracia”…

Tantos “capitães”…

Tanto “Abril” em Portugal…

Tanta musiquinha de intervenção que devia era ter avisado a malta que… o pior estava para vir…

Tantos cantores a cantar como rouxinóis e a viver à grande e à francesa… (será que alguma vez deram uma esmola? Ou estavam mais preocupados com as compras na Loja das Meias, no Pestana & Brito, os lanches no Vavá, os copos no Snob e as noitadas no Ad-Lib, no Van-Gogh e nos Stones?)


Vá, venham mais cinco revoluções porque o que é preciso é avisar a malta! E tudo com um brilhozinho nos olhos porque hoje fiz um amigo e coisa mais linda não há.

Amizade, solidariedade… viu-se… sentiu-se… sobretudo nas primeiras eleições em que o Partido Comunista levava magotes de tontos para Lisboa para apedrejar os apoiantes das campanhas dos partidos de Direita…

Democracia… com o Soares de punho fechado no Estádio 1.º de Maio… a luta continua… a dele então foi exemplar com a “Descolonização Histórica”, “perfeita”, como só gente “honesta e inteligente” saberia fazer…

Liberdade… com o Otelo a querer enfiar todos os “fascistas” no Campo Pequeno e abatê-los… coitado…. miserável… pulha…

Tantos poetas a escrevinhar lirismos inflamados contra o “regime” e a viver luxuosamente… bebendo whisky escocês, champanhe francês e a encomendar jantarinhos no Tavares Rico… (será que alguma vez deram um prato de sopa a um pobre?)

Tantos esquerdistas mais ditadores do que os “ditadores”… (será que havia democracia na Rússia, na Alemanha de Leste, na China, no Vietname e afins? Ah, devia haver sim, na Rússia até tinham uma colónia de férias, um SPA, para os que não concordavam com as “maravilhas” do comunismo… a Sibéria!)

Se os países comunistas eram tão livres porque é que o Cunhal nunca mandou a filha dele para lá? Ou a Holanda também era comunista? E porque se vestia ele no Pierre Cardin? Ou o Cardin era russo? Ah, é verdade, já sei, é que a Haute Couture é Arte… e os comunas adoram a arte de vestir, comer e beber à conta lixando os outros…

Tantos Blocos de Esquerda a jantarem no XL em Lisboa, muito fashion… (gente poupada, preocupada com a fome)

Tanta falsidade…

Tanto luxo…

Tanto abuso…

Tanta miséria humana…

Tanta mentira…

Tanta perda de valores…

Tanta podridão…

Tantos cravos murchos…

Tanta MERDA!




Ai Portugal, Portugal, onde vais tu?
Rio abaixo, rumo à foz do Nada,
Despojado das tuas vestes, de tronco nu,
Roubado e pilhado por esta cambada!




10 comentários:

Um Momento disse...

òh Minha Cinderela de Xicklateeeeeeeee!!!
Pera cadinho....deixa eu arespirari...

Prantes...
Xiça!!!!
Tu hoje tá c'a pica toda!!
Tu foi desencantar o Salazar!!!
Mas olha que ele num tá sentado porra!!( tá??)
É que ele cansou-se e acabou mesmo por se deitar!!
Esta gente toda devia era ir plantar batatas , cavar a horta e comer uma malga de sopa ao fim da tarde
Só assim aprendiam o que era governar fosse o que fosse
Tem lógica... como podem os desgovernados governar o que quer que seja??
E lá está Zé pox tã claro... nem mil manguitos nos valem hoje em dia...
Paga o povo, sofre o povo e toma lá que aqui vai disto...
Tu sabe que eu leio tudinho... mas este teu post... cúm caraguh!!
Tá forti , forti
Agora tu tem acuidado caraguh!!!
TU na sabes k'andam p'rai akeles fuinhas a cuscar a gente?
Olha lá, se eles cuscarem damos uma marretada a eles, com ponte sobre o tejo ou 25 de abril tanto me dá
E o Salazar a esta hora deve estar ás gargalhadas , ai jajus... não pelo que está a acontecer ao nosso Portugal, mas por a minha Cinderela Ter assim uns tomates tão valentes colidos aqui na horta do nosso Portugal
Sabes que mais ???
Adorei ler-te!!!!!!!!!!
E agora toma lá uma beijoca assim GRANDE
Xuacksssssssssssssssssssssss
Todinho em tu
:o)))))

PS:Gosto-te!!!

(*)

zina disse...

Parabens, pelo excelente texto. Concordo com cada palavra ali escrita. é a mais pura das verdades.É verdade que Salazar cometeu bastantes erros gravissimos, a falta de liberdade, a falta de apoio social/segurança social...não nos podemos esquecer disso, mesmo por causa dos que lá estão agora, pelo que se ouve (e os jornalistas não devem dizer tudo, alguns devem ter medo, ou interesses), estes incompetentes, mentirosos, aldrabões, e todos os adjectivos do genero que possam haver, que lá estão. o que fizeram? o que continuam a fazer? Gastaram tudo ao desbarato. Uma pouca vergonha. E as sondagens ainda a lhes dar a vitoria. O povo estará assim tão cego? Sinto-me triste com este país.
E o que posso fazer, para mudar?
Para já criticá-los.
Não deixar passar.
Obrigada pelas palavras, gostei de ler.
Bem haja.

Flash disse...

Concordo contigo, mas só em parte...
Concordo contigo no que diz respeito à horda de pulhas e de ladrões que nos governam.
Tenho muito orgulho em ser português, mas o meu país não pode estar sempre dependente de uma cambada de medíocres, incompetentes e esquerdistas de aviário.
A parte em que não concordo contigo é a apologia do Salazar. Sou de direita, sempre o fui, mas sempre prezei como valor principal a liberdade. O Salazar foi mesmo muito mau para o meu querido Portugal, tal como estes palhaços o têm sido. A diferença é que no tempo dele nem eu nem tu poderiamos escrever o que escrevemos. Hoje pode saír-nos muito cara a liberdade, mas temo-la!

Por isso: contigo contra os medíocres, mas sempre, sempre em liberdade!!!

Beijo revolucionário

kakauzinha disse...

Mizinha querida,

Se aqui a je for de cana Tu num te esqueças de me ir levar ao chilindró o Marlboro 100%, palise! Ah, e chocolate também!

Deixa cá fazer uma trouxa, não vá o diabo tecê-las, mas podes crer que vou fazer um chinfrim daqueles, oh se vou! eheheh!

Bêjus em Tu!**************

kakauzinha disse...

Olá Zina,

Obrigada pela visita e pelas palavras.

Beijinhos*********:))))))

kakauzinha disse...

Meu querido Flash,

Como sabes, tenho 51 anos e a dita “revolução” atingiu-me em cheio. Estava bem informada politicamente e estive sempre atenta ao que se passava à minha volta.

Liberdade. Hoje temos mais liberdade, é evidente, mas a que tínhamos antes não era tão pouca quanto isso. Os meus Pais sempre se expressaram livremente, mesmo junto de pessoas do regime e junto de agentes da PIDE. Nunca foram presos, e porquê? Porque apenas apontaram erros, manifestaram descontentamento, indicaram soluções, não conspiraram contra o Estado.

O que faziam os socialistas e comunistas? Minavam, incitavam a greves inúteis que depois do 25 de Abril destruíram a nossa economia. A greve deve ser justa e objectiva, é uma "vacina" para situações desiguais, não deve servir para causar instabilidade ou derrubar governos apenas por questões partidárias.

A PIDE prendia sim os que conspiravam contra o regime, não aqueles que teciam críticas. Em Portugal vivia-se livremente e se antes não se ligava à política hoje então ainda menos. A prova temo-la sobretudo na maioria dos jovens que não sabem rigorosamente nada do que se passa. Mas os mais velhos pecam pelo mesmo.

Hoje temos o SIS. Todas as nações têm a sua polícia de segurança e em caso de conspiração contra o Estado vai-se mesmo de cana. Sei do que falo porque concorri a um posto na instituição.

Apologia ao Salazar? E porque não? Há que fazer justiça e eu apontei também os erros. José Hermano Saraiva, na sua edição da História de Portugal, relata bem o papel de Salazar na nossa política e acredita que é bem mais positiva do que eu pensava.

Aqui ao lado, os nuestros hermanos nunca negaram o valor de Franco e hoje os franquistas continuam a ser aos milhares por toda a Espanha. É o pôr os pontos nos iis, o seu a seu dono. Não se tirou o nome dele das ruas, dos monumentos, da obra que deixou, não se chegou ao cúmulo do ridículo de mudar o nome de uma ponte que para mim foi, é, e sempre será… Ponte sobre o Tejo.

Também eu prezo a liberdade, sou apologista de uma Direita Liberal mas, sobretudo, de muita clareza nas situações. Infelizmente nos últimos trinta e três anos não tenho visto isso, tudo se faz, tudo se encobre e se nega, veja-se o caso da Casa Pia, só para dar mais um exemplo.

Se o antigo regime tinha defeitos depois disso foi o descalabro e os “jobs for the boys” passaram a ser a imagem mais marcante, muito superior, mas muito mesmo, em relação ao antigamente.

Éramos Portugal, o Escudo era uma moeda forte, tínhamos uma reserva de ouro considerável. Hoje nada temos.

Concordo inteiramente em estarmos integrados na UE, também porque se não fosse isso fecharíamos as portas por bancarrota, mas queixo-me da posição que temos, da forma como somos encarados, como os parentes pobres, os que têm de ir sempre a reboque. E tudo porque quem nos (des) governa não nos sabe defender.

O povo é culpado, muito culpado. Porque vota em quem não merece, porque deífica gente que só se aproveitou em benefício próprio e não em prol de uma nação.

Já não há “tomates” em Portugal.

Temos mais liberdade sim... cheia de ar que não enche a barriga nem paga as contas do supermecado, do médico, de tudo. É uma constatação. É o que penso, que sinto e que vejo.

Enfim...

Beijo grande pa Tu*******:))))))

rosa dourada/ondina azul disse...

Adorei ler-te, e em quase tudo concordo contigo, Salazar cometeu alguns erros mas soube equilibrar as contas públicas.
Os que lá estão e estiveram durante a chamada democracia, em primeiro lugar, servem-se !


Beijinho para ti,

kakauzinha disse...

Rosa Dourada,

Está nas nossas mãos mudar o rumo das coisas.

Obrigada pela visita.

Beijinhos****:)))))))

Um Momento disse...

Olha... eu já tou a fazer as trouxas pa ir com tu
Já ta a mochila cheinha de Malibors e eliémes:D
Doro tu caraguh!!!!
Beijo axinhe todo achocolatado em tu nha Xinduela de xiklati:o)))))))))

Xuackssssssssssssssss

kakauzinha disse...

ó xinduela du puortu, ó! anda cá!

...ataum bora lá pó xilindró ambas as duas, fumando os eliémes e os malibors...

...olha, já levo os xiklatis, as xicletes, pão alentejanu, xórissu, us galafões de tintol, us nespressus, us maltinis e u Queluni, ahahah! dividimos a mielas puque no xilindró ná mai nada... (mas se houvéri a gente papa!)

...tadido do hómi, vai ficar esfalfadinhu, caraguh! mas nozes cantamus a êli u malhão! pontus!

ai... já me engasguei... gargalhandu... eheheh!

Bêjus em Tu!*******:))))))