sábado, 18 de agosto de 2007

Noites no deserto





Se eu te pudesse esquecer…

Talvez não quisesse fazê-lo…

Porque se o conseguisse…

Não poderia sorrir…

Sempre que me lembro de ti...

Dos teus olhos… da tua boca…

De Ti…



Se eu te pudesse esquecer…

Os meus dias seriam cinzentos...

Seriam vazios... e…

Não poderia sorrir...

Sempre que te “ouço”...

Aqui bem dentro… no coração…



Se eu te pudesse esquecer…

Não guardaria em mim o teu perfume…

O teu calor na minha pele...

Não poderia sorrir…

Nem recordar…

O teu riso… os teus beijos…

As tuas mãos no meu cabelo…

Que penteias com os teus dedos…



Se eu te pudesse esquecer...

Perderia as noites de estrelas...

Os olhares… os silêncios…

Perderia o que eu mais quero...

Estar contigo…



Tu…

Tu és…

Tudo o que eu jamais quero esquecer…




Adoro-te… príncipe das searas douradas...

5 comentários:

Jasmim disse...

Linda kakauzinha...

Tudo o que foi bom, fica no nosso âmago para sempre...e para quê querer esquecer se é um pedaço de nos que iria embora!

Beijinho doce :O)*
Jasmim

Um Momento disse...

Hum...
palavras sentidas...
Mas eu não quero esquecer...
Tu também não
Pois são coisas lindas
Que guardamos no coração:)))

Beijo de noite linda
(*)

Excelsior disse...

Há coisa que... pelos caminhos do Tempo e da Vida... por mais que não nos arrependamos...

...mais vale esquecer.

Mas divago.

(*)

kakauzinha disse...

Jasmim, Um Momento,

O que de bom fica na memória é sempre um motivo para um largo sorriso.


Excelsior, sabes o que é? É que o coração também tem razões que a própria Razão desconhece, vá-se lá a saber porquê!

Beijos a triplicar******:))))

Um Momento disse...

E vai mais um ... Beijo:D

(*)