sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Desencanto



Com um rosto masculino… com um rosto feminino…

Há quem se chegue a nós com um brilho especial… cintilando…

Assim nos parece… chegam de mansinho com palavras que parecem abraços…

E nós, ainda com alguma ingenuidade, mergulhamos nesse brilho… nesses abraços...

Acreditando… pensando que ali está alguém tão diferente!

Depois… com o tempo… vamos desvendando a verdade…

Vamos constatando que os afagos afinal duram apenas o cair de uma lágrima…

E as lindas palavras deixam de existir… desaparecem no tempo…

Não passaram de uma estrela cadente…

'... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...'

A nossa alma desperta e olhamos em volta…

Sentindo, mais uma vez, que não podemos acreditar em tudo…

Porque tão depressa somos importantes como deixamos de ser…

Assim como uma aragem que passa e foge de seguida…

Partindo para não mais voltar…

São as coisas da vida…





7 comentários:

Jasmim disse...

Um beijo imenso em ti embrulhado num abraço forte...

Infelizmente a cada dia somos surpreendidos pela parte mais negra que o ser humano possui... A Falsidade!

****************

Only Me... disse...

Já senti... e já me desiludiram muito... mas há sempre que dar uma oportunidade à vida e tentar ser feliz e sorrir sempre...

Beijinho sentido p si :)

Um Momento disse...

Minha Doce Cinderela de Chocolate...
Devoro-te eu em beijinhos e abraços ... bem agarradinha ao teu pescoço.
Uma caricia no teu rosto olhando para ti... a dizer-te com meus olhos :Sorri... estou aqui
Beijo sentido... em ti
(*)

kakauzinha disse...

Docinha,

É verdade, há tanto lobo com pele de cordeiro! :-(

Beijo grande**********

kakauzinha disse...

only me,

As desilusões abrandam-nos, mas não nos fazem parar, e lá seguimos sorrindo por entre as nuvens.

Beijinho grande*****:))))

kakauzinha disse...

Um Momento

Agarradinha aí a ti.

Um beijo, um xi apertadinho, um sorriso****:))))

Um Momento disse...

Kakauzinha...
Hoje volto a ler-te
Sabes... reli-me na integra...
E como dói...
Mas o bom é que não aprendemos
Pois o nosso coração nao nos permite
Voltamos a cair vezes sem conta
Voltamos a abraçar quem isso nos faz
Voltamos sempre ao ponto de partida
E sabes?
Mesmo magoada, dorida, não deixo de gostar
Mais ou menos, mas continuo sempre a abraçar
Abraço-te minha Querida
Forte, forte
Beijo em ti , minha Linda Cinderela de Abraços
(*)