quarta-feira, 26 de setembro de 2007

O regresso da Jellicle Cat



Mount Taranaki




A loira vai voltar… a Jellicle Cat vai regressar… e à medida que o tempo diminui sinto-me cada vez mais ansiosa por tê-la junto a mim.

Vem do outro lado do mundo… do país dos pássaros Kiwi… de Taranaki, país dos Maori, da CommonWealth, terras de Sua Majestade.






Desta vez não vou chorar lágrimas de tristeza mas sim de alegria… por tê-la de novo junto a mim.

“Mãe! Devemos chegar num sábado, tens de ir a Lisboa!”

E eu vou… para a abraçar.









Sorrio… com este amor que tenho… da mãe que sou… por poder ter as minhas crias todas juntas…

Sorrio… ao lembrar a loira e eu no Coliseu em Novembro de 2004… a ver o Cats…

Sorrio… ao lembrar a loira e eu comovidas a olhar a recém-nascida Francisca em Dezembro de 2004… orgulhosas da Pipa, valente, corajosa… que passou a consoada e o Natal na maternidade depois de uma cesariana… sem queixas… sem ais… sorrindo…

Sorrio… porque agradeço o que Deus me deu…
Não reclamo pelo que não tenho…
Agradeço todos os dias o muito que tenho.






5 comentários:

Bouquet disse...

"Sorrio… porque agradeço o que Deus me deu…
Não reclamo pelo que não tenho…
Agradeço todos os dias o muito que tenho."

Agarrava-te agora e dava-te um abraço mas que grandes palavras aqui escritas!
E que bela filha e netinha!
Que sorte esta avó e mãe babada tem:-)

Um beijo e flores bouquets para todos!

Um Momento disse...

Olha...
Só te abraço assim num abraço apertadinho desejando tudo de muito bom
Beijo do tamanho do mundo!!!!

(*)

Jasmim disse...

Hum...(de calças "arregaçadas"...a tua baba chega aqui mulher!!!)

:O)

Acredito que as tuas filhas terão um Orgulho imenso em ti!

(Beijo-te assim em "pele de galinha")

**************

kakauzinha disse...

Bouquet,

As minhas filhas e a minha neta são o meu maior tesouro e é por isso que agradeço tanto, nada se pode comparar a estes amores, sou mesmo uma felizarda.

********:)))))

kakauzinha disse...

Mizinha linda e minha querida Jasmim, docinha mais aromática,

Vocês bem me entendem, mães que somos, a alegria que sentimos ao ver que os nossos filhos estão bem, que nos amam e que nos amparam também, tenham eles que idade tiverem. Basta um beijo e um abraço, basta ouvir a palavrinha mágica "Mãe!" para nos traçar o maior sorriso no rosto e sentirmos o coração aos pulos de contente!

Ai ai, lá tou eu já toda babada!

Bêjus em Tu e Tu, um xi gande gande!******:))))))